Dias Estranhos

Muitas vezes vimos as mudanças como adversidades.

Porém elas podem ser bênçãos.

Algumas de nossas crises estão cheias de oportunidades.

Logo, devo compreender que se alguém me bloquear a porta, não devo gastar energia com o confronto, mas sim procurar as janelas.

E a tal sabedoria da água: “A água nunca discute com seus obstáculos, ela os contorna.”

E assim farei com que meus “estranhos dias”, sejam novas ocasiões para o aprendizado.

Pois sou real a ponto de amar e me dedicar a quem eu amo, desde que mereça.

E  nesse instante estou com pre-gui-ça da toada: “quero mudar o mundo”.

Hoje na real, eu, só preciso entendê-lo. 

E esse “entender” traz  ambições.

E os desejos encetam por ter em meu cotidiano todos que me respeitam (a distância e/ou próximo).

Em tempo: Não há comparações entre o que se perde por fracassar e o que se perde por não tentar.

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: