Transcendência

Então funciona (mais ou menos), assim:

Digamos que a solidão “completa”, é de alguns dias.

O oficialmente solteira é sempre é uma fase rápida.

Costumeiramente dura uma segunda e uma terça.

Na quarta eu deixo o orgulho de lado e não é necessária explicação alguma.

O doces beijos – dele – sanam todas minhas dúvidas.

É o famoso “ressuscitou ao terceiro dia”.

O prejuízo emocional as vezes insiste apesar do fluxo de caixa e da variação cambial estarem, desse modo, estáveis.

E assim rolam algumas descobertas:

– Não sei dançar (nada).

– Não sei falar (baixo).

– Não sei mentir (direito).

– Estou apaixonada.

– Muito.

– Merda.

– Eu tenho medo.

– Com “s” no final.

Ainda bem que ele existe.

E sempre me recupera desses arroubos tortos de insanidade.

Anúncios
  1. #1 por Alessandro em 29 de janeiro de 2010 - 23:19

    E um viva àqueles que nos aguentam… e claro, não vamos tirar deles/delas, o momento de insanidade, né?!

    Afinal, de insanos… todos temos um pouco!!!

    O importante mesmo, é a dosagem…

    Beijoooo!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: