– Minhas Asas –

Eu tenho asas

E eram asas cansadas

De quem vinha de longe

Sem bússola

Sem mapa

Sem calendário

Asas perdidas

Asas que não sabiam aonde ir

Que temiam o acaso

Mas que desejavam encontrar

Asas que sonhavam com um amor imaginário

Com lábios cheios de ternura

Com carícias de mãos intermináveis

Com um sexo leve, doce e num dia claro.

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: