– Um Lugar Para Se Viver –

De vez em quando é necessário a gente se perguntar se dentro de nós é um bom lugar para se viver…

Eu tenho me perguntado isso.

E a resposta sem nenhum charme intelectual, sem nenhuma espécie de autoaversão, sem nenhuma inclinação underground, ou seja, da forma mais simplória, é que sim, eu sou um bom lugar para se viver.

Dentro de mim há pensamentos demais, o que torna tudo meio apertado, mas tenho tentado dar uma arrumada nessas idéias para que cada uma fique na sua gaveta.

Há também sentimentos demais, mas de forma alguma vou expulsá-los, deixo que circulem à vontade pelo meu corpo.

Dentro de mim as estações são bem definidas: verão é verão, inverno é inverno.

Toca música aqui dentro quase o tempo todo, e há uma satisfação secreta que precisa se manter secreta para não passar por boba.

Há crianças e adultos dentro de mim, todos da mesma idade.

Aqui dentro existe uma praia e uma montanha coladas uma na outra, parece até Rio de Janeiro, só que os tiroteios são raros.

O último bangue-bangue emocional que metralhou minha alma faz quase “três” anos.

Dentro de mim estão muitas lágrimas que não foram choradas pra fora e muitos sorrisos que, de tão íntimos, também guardei.

Dentro de mim, às vezes, são produzidas algumas cenas sofisticadas e roteiros de filme B.

Como não gostar de viver aqui dentro?

E você, tem sido um bom hospedeiro de si mesmo?”

(Martha Medeiros)

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: