“AMOR – Não Tem Explicação”

Quem pensa que está fora do amor entra.
Quem pensa que está dentro sai.
Ele engana sua força.
Sobrepõe a memória dos sentimentos na memória dos fatos.
É procurar cabelos para completar as mãos, é procurar o que não se viveu para contar.
É esperar o sol aquecer o lado ileso da cama.
É não apagar direito a ausência, a letra, o cheiro.
É insistir com respostas sem as perguntas.
É podar o arbusto de água.
É pão ruivo antes do mel.
É idioma acumulado nas calhas.
Não há descrição fiel que o possa explicar.
Adiar o amor ainda é cumpri-lo.
Fingir que não se sente é exercê-lo.
Desdenhar é elogiar.
Ofender é trocar palavras.
Odiar é desesperar o atraso.
O amor devora os sobreviventes.
Não lembra do pente, da navalha, da tesoura de unhas, do jornal, do abajur.
O amor não lembra do que precisa.
Amor é não precisar de nada.
É precisar do que acontece depois do nada, ainda que não aconteça.
A fraqueza é força física.
O endereço é genealogia.
O amor confunde para se chegar ao mistério.
Embaralha para não se ouvir.
Perde-se no próprio amor a capacidade de amar.
Quanto mais violento o primeiro amor, mais difícil será o segundo amor.
Quanto mais violento o último amor, mais calmo é o primeiro amor.
As frutas postas na mesa não estão à espera da fome, ainda estão à espera da árvore.
A fome é uma árvore que cresce deitada e arranca o telhado do corpo.
Amor é comer a fruta do chão.
O chão da fruta.
O amor queima os papéis, os compromissos, os telefones onde havia nomes.
O amor não se demora em versos, se demora no assobio do que poderia ser um verso.
O amor é uma amizade que não foi compreendida, uma lealdade que foi quebrada; o amor é um desencontro por dentro.

(Fabrício Carpinejar)
Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: