Rótulos

Por que insistimos em “verdades prontas”?
Por que criamos uma poderosa fábrica de rótulos internamente?
Eu caio nessas ciladas de vez em quando.
Acho que uma determinada pessoa é antipática, daí mando imprimir o rótulo e pronto.
Minha sorte é que a vida sempre dá um jeitinho de me mostrar que posso ter me enganado feio.
Até porque não dá pra julgar alguém sem conhecê-la direito.
Algumas vezes basta uma conversa, uma aproximação casual, um assunto em comum e daí ————> tudo muda.
É assim que o queixo cai e o rótulo se desgruda na hora.
Fico feliz, porém com uma sensação incômoda por ter perdido um valioso tempo de convivência com a pessoa.
Assim, sempre tenho vontade de dar férias coletivas, decretar falência e gritar: “parem as máquinas, pare minha fábrica de rótulos”.
No entanto, conscientemente, a gente não consegue comandar tudo.
O ser humano tem engrenagens complicadas.
E, por isso mesmo, é tão fascinante.
(Ou não)
Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: